Lançamento do livro "Cem Poemas Cem Mil Sonhos" - Coletivo Antologia - Organização Rodrigo Starling

Lançamento do livro "Cem Poemas Cem Mil Sonhos" - Coletivo Antologia - Organização Rodrigo Starling

From de Dezembro de 19, 2018 19:00 until de Dezembro de 19, 2018 22:00 Save to calendar

At Galeria de Arte Paulo Campos Guimarães Praça da Liberdade, 21 - Funcionários, Belo Horizonte - MG, Brasil

Posted by Vinícius Cardoso

galeria.sub@cultura.mg.gov.br / fcsampaio@hotmail.com

31 3269-1204 / 31 99665-0039 / 31 3318-6254

Categorias: Lançamento de Livro

Rate:

A Passeata dos Cem Mil foi uma manifestação popular contra a Ditadura Militar no Brasil. Organizada pelo movimento estudantil, ocorreu em 26 de junho de 1968, na cidade do Rio de Janeiro, e contou com a participação de artistas, intelectuais e outros setores da sociedade brasileira.

Prisões e arbitrariedades eram as marcas do governo militar frente as crescentes manifestações dos estudantes contra a ditadura que se instalara no país, em 1964. A repressão policial atingiu seu apogeu em março de 1968, com a invasão do restaurante universitário "Calabouço", onde os estudantes protestavam contra a elevação do preço das refeições. Durante a invasão, o comandante da tropa da PM, aspirante Aloísio Raposo, matou o secundarista Edson Luís de Lima Souto, de 18 anos, com um tiro à queima roupa no peito.

Diante da repercussão negativa deste e outros episódios, o comando militar acabou permitindo uma manifestação estudantil. Logo pela manhã de 26 de junho, os participantes da passeata já tomavam as ruas da Cinelândia, no centro do Rio de Janeiro. A marcha começou às 14h, com cerca de 50 mil pessoas. Uma hora depois, esse número já havia dobrado.

Além dos estudantes, também artistas, intelectuais, políticos e outros segmentos da sociedade civil brasileira juntaram-se à passeata, tornando-a uma das maiores e mais expressivas manifestações populares da história republicana brasileira.

Ao passar em frente à igreja da Candelária, a marcha cessou para ouvir o discurso inflamado do líder estudantil Vladimir Palmeira (que nesta antologia, nos brinda com uma entrevista inédita).

Tendo à frente uma enorme faixa, com os dizeres: "Abaixo a Ditadura. O Povo no poder", a passeata prosseguiu, durante três horas, encerrando-se em frente à Assembleia Legislativa, sem conflito com o forte aparato policial que acompanhou toda a manifestação.

Como se sabe, o fim da Ditadura Militar no Brasil só veio 21 anos depois (1964-1985), culminando na promulgação, em 5 de outubro de 1988, da nova “Constituição Cidadã”, que ora faz 30 anos, marco do processo de redemocratização do país.

A antologia “CEM POETAS, CEM MIL SONHOS” dá  início ao projeto e coleção “Ágora Virtual”, plataforma para publicações digitais e gratuitas, de caráter poético, filosófico, humanístico e sociológico, sem cunho político/partidário ou religioso/confessional.

RODRIGO STARLING

Filósofo, escritor e poeta. Pós graduado em Gestão de Políticas Sociais (PUC Minas) e mestre em Ciências Políticas (ULHT Lisboa). Natural de Belo Horizonte/MG, É poeta, escritor e editor (selo Starling), autor de oito livros. Membro correspondente da Academia de Letras de Teófilo Otoni – ALTO, possui textos em coletâneas do Brasil e exterior.  Sócio-Fundador da Starling Consultores Associados, Preside o Centro Mineiro de Voluntariado Transformador - MINAS VOLUNTÁRIOS. Laureado, dentre outros: Menção Nosside XXIV – UNESCO World Poetry Directory; Medalha Resgate da Cidadania  (2008) e Medalha Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais - INBRASCI (2012). Em 2013, foi nomeado Embaixador pelo CUAP - Cercle Universel des Ambassadeurs de La Paix (Genebra/Suiça & Orange/França). Em 2015 e 2016, atuou, respectivamente, como moderador (Rio Dialogues) e Consultor (PNUD/UNV), ambos junto a Organização das Nações Unidas - ONU.


2018-12-19 19:00:00
2018-12-19 22:00:00