×

Erro

Passed variable is not an array or object, using empty array instead

Bibliotecas de todo o Estado têm até 04/10 para enviar as inscrições. Foco é ajudar a transformar social e digitalmente suas comunidades.


Rio de Janeiro, setembro de 2019 -Com o objetivo de promover o empoderamento digital e fortalecer as habilidades dos profissionais de bibliotecas, a organização social Recode – em parceria com o Movimento Bem Maior – prorrogou o prazo final da convocatória que está selecionando 270 bibliotecas públicas e comunitárias em todo o Brasil. O edital está disponível no site www.recode.org.br/bibliotecas. Para participar da convocatória, as instituições devem ter um CNPJ ativo e no mínimo dois computadores instalados e voltados para o uso da comunidade, com conexão à Internet.

O programa Recode Bibliotecas irá oferecer apoio e formação para estimular o protagonismo dos profissionais e dos jovens na transformação social e digital de suas comunidades. Os participantes serão motivados a traçar uma nova programação para esses espaços em sintonia com as demandas locais, tendo a inovação e a tecnologia como aliadas. O percurso formativo inclui temas como pesquisa da comunidade, estratégias de comunicação e articulação de parcerias, visando aumentar o número de frequentadores nas bibliotecas e o reconhecimento de boas práticas.

A Recode, que hoje atua em parceria com 200 bibliotecas públicas em todos os estados do Brasil, celebra a possibilidade de ampliar o impacto em benefício de comunidades e jovens em situação de vulnerabilidade social. “Partimos de uma valiosa experiência de 24 anos no campo da tecnologia, cidadania e formação de redes para incentivar a atuação de bibliotecas transformadoras, empoderadas para acelerar o desenvolvimento econômico, cultural e digital de suas localidades”, celebra Rodrigo Baggio, presidente da Recode. A organização, pioneira no setor, tem presença em 8 países e já alcançou 1.7 milhão de pessoas, tendo recebido mais de 60 prêmios de organizações como Unesco, Time, CNN e Banco Mundial.

A participação de Minas Gerais é vista como estratégica pela Recode e por apoiadores locais. "A biblioteca pública é o equipamento cultural mais presente nos territórios mineiros, somando mais de 800. Em tempos de crise precisamos nos unir para que projetos importantes tenham continuidade. Além de qualificar o trabalho das equipes de bibliotecas, os projetos da Recode buscam o engajamento de jovens, um público que merece atenção e investimento”, conta Cleide Fernandes, coordenadora do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de Minas Gerais.

O programa Recode Bibliotecas ainda oferece formação online para jovens em cursos de tecnologia para empoderamento digital e busca atender aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), especialmente aos Objetivos 4 (Educação de Qualidade) e 8 (Emprego Digno e Crescimento Econômico).

A iniciativa está alinhada ao Plano Nacional do Livro e Leitura e tem a parceria do Movimento Bem Maior, com apoio do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas e dos Sistemas Estaduais de Bibliotecas Públicas.

Conquistas
Iniciada em 2015, a iniciativa da Recode reúne parceiros em todas as regiões do Brasil, com 138 comitês de jovens criados, 90 novas programações já implementadas e 12 mil pessoas contempladas. As melhores práticas de novas programações foram reconhecidas e integraram a primeira edição da publicação Bibliotecas Transformadoras.

Em Minas Gerais, algumas bibliotecas já aderiram ao programa da Recode e colhem resultados desde 2018. Por exemplo, a biblioteca de Itaguara desenvolveu oficinas para o incentivo à leitura que levou a um aumento de 46% do número de empréstimos de livros. Já na biblioteca de Nova Serrana, 75% dos jovens que participaram das aulas presenciais com foco no aprendizado do Pacote Office concluíram o curso, aumentando assim a frequência no local.

Sobre a Recode
A Recode é uma organização social que promove o empoderamento digital. Por meio da criação e disseminação de metodologias de formação empreendedora e do uso de ferramentas digitais, busca ampliar o impacto de facilitadores em comunidades, escolas e bibliotecas e estimular o uso ético, consciente e cidadão da tecnologia. Assim, empodera indivíduos para reprogramar realidades. Com 24 anos de atuação, está presente em 8 países com 689 centros de empoderamento digital e já alcançou mais de 1,7 milhão de pessoas.
 
Serviço
Convocatória Recode Bibliotecas
Inscrições em www.recode.org.br/bibliotecas
Prazo: 04/10/2019